Est! Est!! Est!!! O verdadeiro sabor da Itália

A cozinha italiana é uma das mais populares do mundo, mas o sabor dos pratos não é a única razão para ter caído no gosto dos brasileiros. O Brasil possui a maior população oriunda da Itália, gerando um enorme impacto em nossa cultura. Fugindo da miséria que assolou a Europa no século XIX, os imigrantes saíram para a América em busca de terra e oportunidades de trabalho. Seus filhos e netos mantiveram seus costumes, o que acabou sendo absorvida por boa parte da população brasileira.

Famílias de imigrantes em Juiz de Fora.

Minas Gerais foi o terceiro estado que mais recebeu estes imigrantes e isto se reflete na quantidade de restaurantes italianos. Mas se tem um que merece destaque é o Est! Est!! Est!!! Autentica Cucina Italiana. A proposta é se manter fiel as receitas originais, sem abrasileirá-las como de costume. Deste modo, muitos podem estranhar o modo de preparo de certos pratos populares por aqui, mas que na Itália é servido de forma diferente. Fique preparado para a possibilidade de seu prato vir um pouco mais azedo, gorduroso ou menos temperado do que você se lembra. Ah, e a massa aqui será sempre al dente!

O menu é separado por Entrada, Primo, Secondo e Sobremesa. O restaurante recomenda que primeiro se coma a massa ou o risoto, e depois a carne, e não juntos, exatamente como é feito na Itália.  Além do menu fixo com opções vegetarianas e veganas, há um quadro de sugestões e um menu sazonal de degustação homenageando cada vez uma diferente região.

A cozinha é chefiada pelo o legítimo italiano, Simone Biondi, em parceria com Tiago Magnano, que além de seguir à risca a tradição italiana, conduz a produção de produtos da casa, como o guanciale artesanal, os antepastos, pães e licores. Os pratos são sempre feitos com ingredientes frescos. É preciso ter um pouco de paciência na espera, especialmente se tiver escolhido um risoto. O restaurante não é adepto ao método de pré-cozinhar os pratos e isto faz toda diferença na qualidade.

Chef Simone Biondi

A carta de vinhos é de responsabilidade de outro italiano, o maitre Rinaldo. A adega da casa possui uma grande variedade de vinhos de todas as vinte regiões do país da bota. Para quem tiver curiosidade pode pedir para conhecê-la e saber um pouco mais sobre a história de algumas marcas famosas.

O restaurante fica em um sobrado da década de 30, construído pelo arquiteto Amadeu Passini, bisavô dos donos, os primos Henrique e Leonardo Passini. O salão principal possui um pé direto alto e uma decoração elegante, no estilo rústico contemporâneo, com várias referências ao país do mediterrâneo. Infelizmente outros cômodos da casa, com exceção dos banheiros, não seguem o mesmo padrão e são muito mais simples. Mas é fácil entrar no clima com as músicas, são mais de 20 mil, mas não apenas as famosas, há desde os clássicos como Vivaldi e Verdi até chegar aos artistas contemporâneos.

O nome do local é outro atrativo que me despertou muita curiosidade, mas foi logo saciada no momento que me sentei com meu namorado para jantar. Em um papel impresso utilizado como jogo americano há esta curiosa história:

 “Henrique V da Alemanha, no ano de 1111, viajou a Roma para receber do Papa Pasquale II a coroa de Imperador do Sacro Império Romano. Faziam parte de seu séquito o bispo católico Johannes Defuf e Martino, seu especialista em vinhos. Para satisfazer sua paixão por novos sabores, o bispo enviou Martino para selecionar antecipadamente os melhores vinhos e tabernas que encontrasse pelo caminho. Sempre que Martin encontrasse um bom vinho, deveria escrever com giz nas portas das tabernas a palavra est, ou seja, “é este”, em latim. Assim que seu servo chegou a Montefiascone, experimentando o vinho local e sem saber ao certo como usar o código combinado para reforçar a importância de sua descoberta e indicar a qualidade excepcional do vinho, decidiu por escrever est! est!! est!!!”.

É preciso destacar o zelo e o bom atendimento dos funcionários mesmo com a casa lotada! Os preços condizem com a qualidade do restaurante. Eu arrisquei um Risotto di Gorgonzola e Barbabietola (R$ 49,00), mas achei o gosto da beterraba e dos queijos um pouco forte e enjoativo para o tamanho do prato. Já meu namorado, mais um descendente de italianos, amou seu Tagliatelle ai Funghi (R$38,00).

est2

Risotto di Gorgonzola e Barbabietola                      Tagliatelle ai Funghi

Se você deseja uma experiência na Itália sem ter de se preocupar com passaporte ou aeroportos vá ao Est! Só não esqueça de fazer as reservas com antecedência, os amantes da autêntica comida italiana estão sempre por lá.

Anúncios

Carnavaliza BH

carnaval-bh-2

Uma das festas mais populares do Brasil, sem dúvida é o carnaval. Todos os anos milhares de turistas desembarcam por aqui para conhecer o grandioso festejo. Em Belo Horizonte a festa ocorre desde o surgimento da cidade, porém perdeu força em algum momento, mas vem retornando com ânimo total. Esse ano promete esquentar a cidade com blocos de rua e desfiles de escolas de samba.

Em 2015 foi surpreendente o número de foliões que encheram as ruas da cidade, aproximadamente 1.450.000 pessoas curtiram a festa na capital mineira. 2016 está prometendo ser o carnaval que irá consolidar a folia na cidade. O número de ambulantes cadastrados foi quase o triplo de 2015, o que mostra um maior interesse no carnaval de Belo Horizonte.

Para a programação completa dos blocos de rua clique AQUI.

E você, vai curtir a folia na cidade? Conte pra gente.

O charme vintage do BeHopper pelas ruas de BH

BeHoppers Lindy Hop

BeHoppers

Em 2012 um grupo de amigos entusiastas Lindy Hop estavam frustados com a falta de locais para a prática desse estilo de dança em Belo Horizonte e resolveram se unir para divulgar e promover eventos desse ritmo contagiante. Assim surgiu os BeHoppes, cujo nome foi inspirado nas iniciais da capital.

O Lindy Hop é uma dança de origem afro-americana, dançada ao som de Swing Jazz, música que surgiu com as orquestras chamadas de “big bands”, como Glenn Miller, Count Basie e Duke Elington. O estilo se tornou um enorme sucesso nos EUA e também ganhou a Europa nas décadas de 20 e 30.

Duke Elington e Big Band

Os primeiros registros de bailes do estilo foi no Harlem, bairro negro da periferia de Nova York. Apesar de ser uma época de segregação racial, o amor pela dança reuniu brancos e negros, como no salão Savoy, o primeiro a ter essa integração. No local os jovens reuniam-se para se divertir e criar novos passos de outras três danças o breakaway, o Charleston e o sapateado que misturados formavam o Lindy Hop.

Casal dançando Lindy Hop

Juntos os BeHoppes criaram a versão belorizontina do projeto “I Charleston the World” que promove a dança e já fez homenagens a cidades como Nova York, Paris, Berlim, Munique e Tel Aviv. Confira abaixo porque em poucos meses esse vídeo que é puro charme vintage se tornou um sucesso e viralizou entre os mineiros.

Keep swinging!

 

Inicia mais uma edição da Campanha de Popularização do Teatro e da Dança

Começou hoje a 42ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança. São 159 espetáculos, sendo 62 inéditos, 103 para o público adulto, 43 peças infantis, 11 apresentações de dança e duas de rua que poderão ser vistos até o dia 6 de março. As apresentação ocorrerão em diferentes endereços de Belo Horizonte, Betim, Conceição do Mato Dentro, Juiz de Fora, Nova Lima e Sete Lagoas.

A iniciativa do Sindicato os Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc) reduz os valores dos ingressos a preços populares de R$ 5, R$ 10, R$ 12 e R$ 15, conforme o espetáculo. Os valores são promocionais somente para os ingressos adquiridos nos postos de venda da campanha e pela internet.

Sempre um sucesso de público, os organizadores esperam um público de 350 mil pessoas. “É um programa para toda a família. Nosso sonho é levar a arte do teatro e da dança para o povo. Acho que estamos conseguindo isso nesses 42 anos de empreitada”, afirma o presidente do Sinparc, Rômulo Duque.

Para evitar filas, facilitar a compra dos ingressos, e o acesso a programação, foi lançada nesta edição o aplicativo “Vá ao Teatro MG”, que possui download gratuito e funciona tanto em smartphnes quanto tablets.

Outro aplicativo é o Cine Theatro Brasil, que apresenta a programação completa das salas de espetáculos de todo o país. Também com download gratuito, o recurso, inédito no Brasil, direciona o público para o site de compra “Vá ao teatro MG”.