Carnavaliza BH

carnaval-bh-2

Uma das festas mais populares do Brasil, sem dúvida é o carnaval. Todos os anos milhares de turistas desembarcam por aqui para conhecer o grandioso festejo. Em Belo Horizonte a festa ocorre desde o surgimento da cidade, porém perdeu força em algum momento, mas vem retornando com ânimo total. Esse ano promete esquentar a cidade com blocos de rua e desfiles de escolas de samba.

Em 2015 foi surpreendente o número de foliões que encheram as ruas da cidade, aproximadamente 1.450.000 pessoas curtiram a festa na capital mineira. 2016 está prometendo ser o carnaval que irá consolidar a folia na cidade. O número de ambulantes cadastrados foi quase o triplo de 2015, o que mostra um maior interesse no carnaval de Belo Horizonte.

Para a programação completa dos blocos de rua clique AQUI.

E você, vai curtir a folia na cidade? Conte pra gente.

Anúncios

Taste Vin, o pedacinho da França em BH

   image

Em uma casinha charmosa em um dos pontos mais nobres da cidade encontramos o Taste Vin. Com decoração requintada, atendimento caprichado e pratos deliciosos, é capaz de surpreender até os mais exigentes clientes. O tradicional restaurante possui mais de duas décadas de sucesso sempre no mesmo endereço.

Sua fama é por conta dos suflês do chef Rodrigo Fonseca, sempre enormes, leves e saborosos. Os mais pedidos são o de Espinafre com Passas e Maçã, o de Queijo Gruyère, e o que leva o nome do bistrô, com camarões, Gruyère e champignon, todos servem até duas pessoas e custam por volta de R$46,00.

teste
Reprodução. Foto do site oficial.

Se desejar experimentar outras delícias francesas, recomenda-se o pernil de cordeiro assado ao molho de vinho branco servido com arroz (R$ 68,00).  Sugere-se igualmente pedir de entrada o couver montado com mousse de pepino, queijo de cabra, patê de champagne, tomates semidesidratados e cesta de pães (R$32,00).

A carta de vinhos é outro destaque, a mais completa da cidade e contém todas as faixas de preço. Seu menu foi premiado seis vezes com o “Award of Excellence” pela revista Wine Spectator. O zelo do Taste-Vin é tamanho que construiu a primeira adega comercial climatizada de Belo Horizonte, com temperatura e umidade controladas, onde ficam armazenados cerca de 750 rótulos de nacionalidades diversas.  A sugestão do sommelier Denis Marconi é o tinto francês Cotes du Rhone Villages Notre Passion 2010 (R$ 78,00).

Local: Rua Curitiba, n. 2105, Lourdes. Reservas 3292-5423. De 2a. a 5a. feira, das 19h30 às 00h; Sextas e sábados, das 19h30 à 01h.

Uma volta ao passado no Quarteirão do Soul

8515283845_faa04ea534_z

 

Nos dois últimos sábados do mês, no centro da cidade, dezenas de pessoas se reúnem para dançar o melhor da Soul Music. Esqueça passinhos de rosto colado ou coreografias ensaiadas, tudo é feito no improviso. O segredo é seguir o ritmo e se deixar entrar em um estado quase que de transe e euforia. Geraldo Antônio, um dos fundadores do Quarteirão do Soul, afirma “isso aqui é terapia, se você está com depressão, entra na pista que você se cura”.

Geraldinho, como é carinhosamente chamado pelo público, comanda ao lado do DJ Joseph, as batidas desta festa. Inicialmente a proposta era reunir velhos amigos que frequentavam os chamados bailes black no centro da cidade nos anos 70.  Com o passar dos anos, as festas foram sendo expulsas para as periferias. Este é mais um desses impressionantes eventos culturais espontâneos que se apropria do espaço público e promove a livre expressão do indivíduo. Ainda hoje ela ocorre gratuitamente e recebe de braços abertos de dançarinos da velha guarda a transeuntes curiosos.

dama_interna_editada
Foto: Lucas Jacovini

Para os saudosistas, o baile não decepciona, a maioria vai à caráter. Black power, ternos impecáveis, chapéus, suspensórios e sapatos bicolores fazem parte do cenário que provoca a sensação de uma viagem no tempo. Mas a proposta vai muito além de curtir os embalos do sábado à tarde, é também uma forma de expressão de orgulho da cultura negra. Segundo a pesquisadora da UFMG, Rita Aparecida da Conceição Ribeiro “o movimento se caracteriza pela afirmação da identidade de seus participantes, que se espelham no discurso de igualdade, na vestimenta e na dança criados pelo movimento soul e na figura do cantor James Brown”.

O Soul Music, ou Música da Alma, em tradução livre, teve seu auge na voz de artistas negros e foi influenciado pelos discursos de anti-racismo e liberalismo social na década de 60 nos Estados Unidos. A marginalidade imposta aos afrodescendentes neste período não foi suficiente para barrar o sucesso de suas músicas. O evento assume toda a essência dessa época, sem intenções comerciais, ele sobrevive da união daqueles que contribuem para que o baile aconteça.

 Não se deixa intimidar pela falta de habilidade nos pés ou do traje ideal, todos são bem recebidos. O único requisito desta festa é não ter medo de se jogar na pista.

Local: Rua Tamóios entre Paraná e Curitiba, das 14h às 22h.

Festa Junina é bão dimais sô

1405439954

A partir do mês de Junho todos esperam ansiosos pelo começo das festividades de São João, Santo Antônio e São Pedro, sim a festa junina, festividade tradicional nessa época do ano para a maioria dos Brasileiros. A tradicional festa surgiu das festividades denominadas Joaninas que comemoravam a fertilidade das terras que veio da cultura Europeia através dos Portugueses, então a festa foi adaptada aos nossos costumes e a igreja católica consagrou as festividades comemorando os santos. No dia 13 a comemoração é para santo Antônio, no dia 24 São João e no dia 29 é o dia de São Pedro.

DANÇA JUNINA

O fato é que todos nós amamos um bom arraial, as cores das bandeirinhas, todos trajados de caipiras, o bom forró, além claro dos maravilhosos quitutes. Uma boa quadrilha tem direito a milho verde, broa de fubá, maçã do amor, pé de moleque, paçoca, canjica, caldos e aquele famoso quentão para tentar espantar o frio dessa época do ano.maçã

Dizem que as festividades Juninas é um ótimo lugar para se encontrar uma paquera. Além de santo Antônio ser considerado o santo casamenteiro, o ambiente proporciona várias oportunidades, é comum encontrar brincadeiras como, por exemplo, o correio elegante e a barraca do beijo. Se ainda não encontrou motivos suficientes para procurar a festa junina mais próxima da sua casa, lembre-se do pé de moleque e da paçoca novamente.

comida

O arraial de Belô, tradicional aqui na capital ocorre do dia 27 de Junho até a 12 de Julho, considerada uma das maiores festas juninas do Brasil, ocorre em vários pontos da cidade e vale a pena dar uma conferida. A programação completa AQUI.

Amor e Fé, unidos de uma maneira peculiar no coração da Savassi.

Vestindo o slogan “Um lugar de todas as tribos”, a Igreja Lagoinha Savassi, localizada na zona sul, cena boemia de Belo Horizonte, tem atraído um grande número de jovens por se tratar de uma igreja bem diferente das demais, rompendo algumas liturgias e tradições padronizadas. A mensagem é clara e inspiradora, no objetivo de alcançar o público da região.


Paredes escuras, equipamentos de luzes, música, o espaço construído resulta em um ambiente despojado e atraente, mesmo local onde anteriormente funcionaram boates.

1#

“O que me atraiu foi justamente esse visual diferente. No primeiro momento, achei estranho, mas, depois que comecei a frequentar mais, vi que, apesar de toda estrutura, é uma igreja séria, em que a palavra de Deus é pregada. As músicas tocadas são gospel, como nas outras igrejas. A diferença é que procuramos músicas mais atuais e mais animadas também”, explica Fernanda, estudante de 21 que frequenta a Lagoinha na Savassi há seis meses.

11212766_681458731953992_6949601450576956501_n

Reconhecida por suas várias ações sociais, assistência psicológica entre outros projetos, a igreja Batista Lagoinha iniciou suas reuniões na Savassi ao final de 2014 e com apenas seis meses desde que inaugurada em janeiro, a igreja já possui 650 membros. Os cultos ocorrem nas quartas, sábados e domingos e são coordenados pelo pastor Flavinho Marques, 29 anos, e pelo pastor Victor Passos, 27 anos. O propósito, acolher todas as pessoas que chegam até a igreja, frequentemente algumas pessoas até confundem o local. O visitante é recebido à vontade, seja com cheiro de cigarro, ou bebida, a recepção será da mesma forma, a visão é levar todas pessoas interessadas a terem um encontro pessoal com Jesus.

11391714_680692082030657_3356074631472563387_n

São vários departamentos, como por exemplo, a Conexão Savassi, que leva a mensagem cristã através da arte de rua, o grafite e o rap. Há também competições esportivas, trabalhos de incentivo aos atletas e a prática de esportes. Toda segunda-feira ocorre um encontro voltado ao público LGBT, “Movimento Cores”, idealizado por Priscila Coelho com o objetivo de aconselhar as pessoas que desejam aconselhamento na área sexual. “Queremos trazer a cor de Deus para a vida das pessoas”, explica Priscila.

O estudante Victor Arliete, de 18 anos, diz ser mais fácil levar amigos para a Lagoinha. “Há muito tempo a gente tentava convidar meu cunhado para a igreja. Ele chegou ir a igrejas convencionais, mas tinha muita resistência. Na primeira vez que ele visitou a Lagoinha Savassi, ele teve uma experiência com Deus. Ele disse que foi atraído pela visão desta igreja”.

A programação completa pode ser conferida em: http://www.lagoinhasavassi.com.br

Endereço: Av. do Contorno, 6342 – Savassi, MG, 30110-017

Bombshell, o bar que se destaca pela criatividade!

Inaugurado em 2012 pelos sócios Dora Ramos, João Augusto e João Agripino, o bar chama atenção pelo colorido, quinquilharias retrô e inúmeros pôsteres de pin-ups pendurados. Mas a decoração está longe de ser o que a casa oferece de melhor. Sua extensa cartela de coquetéis é igualmente criativa e já ganhou fama entre os frequentadores da Savassi. O mais adorado, Demônio, é uma mistura de vodca, limão capeta, mel e pau de canela (R$ 14,90). O drink que batiza o bar, é feito com laranja, limão-siciliano, carambola, licor de tangerina, vinho branco frisante e soda limonada (R$ 14,90). Para os motoristas da rodada há a opção da Kátia, a Cega, mistura dos sucos de cranberry, laranja e limão. Todos servidos em copões de 430ml.

            bomb1             bombretro

As opções de petiscos é reduzida, mas agrada carnívoros e vegetarianos. O carro-chefe é a batata-rösti, servido em sabores como carne seca com catupiry (R$ 36,90) e recheadas com queijo do reino e cebola (R$ 27,90). Há ainda vários pratos tão ousados quanto os drinks da casa, como coxinha de frango frita com chutney de banana (R$ 24,90, doze unidades) e o espetinho de frango com gergelim acompanhado de geleia de pimenta (R$ 18,90, quinze unidades).

                  batata roste               derinkbomb

Alguns dias da semana o bar conta com dj e é cobrado um couvert de R$ 3,00. Mas não se preocupe, além de tocar música de qualidade, o som jamais estará alto a ponto de  atrapalhar as conversas nas mesas. O atendimento é outro diferencial, com destaque para o gerente sempre muito atencioso.

Por tudo e mais um pouco o espaço se tornou o preferido dos moderninhos, frequentado por um público jovem, bonito e gay friendly. Mas se ousar chegar depois das 21 horas, certamente não encontrará mesa, o bar é disputadíssimo e, infelizmente, pequeno, com a maioria das mesas pela calçada. Vale ainda dizer que intencionalmente o bar não dispõe de wifi para seus clientes, pois, em suas palavras “o bar é para confraternizar”, então curta a sua confraria e desfrute seus drinks originais!

       bomb2           pessoasbomb

Rua Sergipe, 1395, Savassi. Tel: 8880-6205 (70 lugares). Domingo e segunda das 18h à 0h.  Terça à sábado até 1h.

Feira Tom Jobim

feira-tom-jobim_foto-5

A Feira Tom Jobim acontece na Avenida Carandaí, no bairro Funcionários (região hospitalar) e reúne música ao vivo, comidas típicas, e antiguidades, em um total de 20 barracas.

A localização original da feira era na Av. Bernardo Monteiro, mas por ordem da Prefeitura tiveram que se mudar, pois haviam ameaça de moscas nas enormes figueiras da avenida. A nova localização também é super agradável, com arvores que dão sombra às mesinhas que ficam no meio da feira, e é aí que vem a melhor parte, é só se sentar para que umas das moças que trabalham na feira nos atenda, nos servindo a qualquer barraquinha que há por lá. Das diferente comidas é possível saborear, bolinhos de feijão, costelinha, porções de kibe, pastel frito, feijoada e outras comidas típicas. Além disso, para quem curte uma cervejinha, eles servem as latinhas dentro de um isopor para que a pessoa não se preocupe quanto à sua temperatura, apesar de não beber, achei muito válida a ideia.

antig

A parte de antiguidades é uma delícia de se ver, cheio de coisas no estilo vintage, melhor ainda para os criativos de plantão.

antig 2222222222222222

Esse é mais um daqueles lugares para ir e se apaixonar e contar para os amigos. Vale a pena conhecer.

A feira se inicia às 10:00 horas, todo sábado.

Para espantar o frio

CALDO

Belo Horizonte vive uma época de frio intenso, as mínimas na capital mineira estão variando entre 16 e 17 graus, em alguns lugares da capital a sensação térmica e ainda menor. Para ajudar a espantar o frio além dos agasalhos os mineiros da capital têm outra opção muito interessante e bem tradicional, os caldos, pratos que todos os mineiros amam.

Tomar um bom caldo além de ser eficaz e um jeito bem gostoso de espantar o frio, por isso listamos lugares em Belo Horizonte para tomar um bom caldo, já que segunda a previsão o frio em BH ainda vai se estender.

Confira nossa lista:

Nonô Rei do Caldo de Mocotó:

Av. Amazonas, 840 – Centro

Restaurante Verdim:

Av. Santa Terezinha, 1000 – Santa Terezinha

Paladino Restaurante Fazenda:

Avenida Gildo Macedo Lacerda, 300 – Braúnas

Rancho Fundo:

Avenida Professor Mário Werneck, 1160, Buritis

André Caldos:

Avenida Raul Mourão Guimarães, 370 – Palmeiras

Aproveite a dica e bom apetite!

BH é amor, subversão e brilho!

RuPaul’s Drag Race

Drag queens estão em alta! E isto se deve muito ao estrondoso sucesso do reality show RuPaul’s Drag Race. A ideia do programa é basicamente juntar várias performistas em um estúdio com muitas perucas, maquiagens e tecidos e realizar várias competições de costura, atuação, dança, canto e humor. Junte a isso várias lições de auto-estima, relatos de superação de preconceitos, brigas, um prêmio de 100 mil dólares e o título de Américas Next Drag Superstar.  A receita deu tão certo que já está em processo a criação de uma versão para o Reino Unido.

No Brasil o programa é transmitido pela Netflix, e embora o canal não forneça dados de audiência, é notório que a atração caiu nas graças do público devido as inúmeras turnês de ex-participantes pelas capitais do país. Na carona desse sucesso, surgiu Glitter, transmitida pela TV Diário, de Fortaleza, e Academia de Drags, feito para o YouTube e apresentado por Silvetty Montilla, a drag queen mais conhecida do País.

sharon-needles-apos-rpdrPara quem não está familiarizado, drag queen é uma forma de arte em que homens se travestem de mulheres de forma cômica ou glamourizada para entreter. Mas muito além de um ofício, ser drag queen é especialmente um ato político e revolucionário. Sua contracultura celebra divas do pop, a feminilidade, e motiva importantes discussões sobre gênero e machismo.

Em Belo Horizonte, há registros de shows de transformismo desde à década de 60, quando a prática era quase que proibida e censurada pela polícia. Segundo Luiz Morando, professor do Uni-BH e pesquisador da constituição das identidades LGBT em BH, um dos locais pioneiros foi o clube Montanhês Dancing, na rua Guaicurus, que no auge da glória chegou a receber o cineasta inglês Orson Welles.

Na última Campanha de Popularização do Teatro e da Dança, várias peças foram estreladas por transformistas, como: Barbeiras, As Monas Lisas, Comédia di Buteco, Amar É uma Comédia, O Nome Dela É Valdemar, Uma Empregada Quase Perfeita e Meu Tio é Tia. Algumas aparecem na lista das mais vistas da campanha. As Barbeiras, estrelada por Kayete, Marilu Barraginha e Will Soares, ficou entre as dez com maior público entre as 161 em cartaz.

As Barbeiras

Por outro lado os shows de drag queens na cidade ainda se concentram em poucas casas como o Matriz, Mary in Heel, a Gruta e Josefine. Muitos locais de festas tradicionais ainda não se deram conta da demanda deste público. Mas isto não impediu o Dj Ed Luiz, a investir nesta arte. Produtor da festa @bsurda, que ocorre a cada 45 dias com muito funk, trash e eletrônico, o evento conquistou todo o público jovem, deixando de ser exclusivamente GLS. Seus organizadores orgulham-se de afirmar que é a festa mais “sem frescuras da cidade”.

Alyssa Edwards e Coco Montrese

No início do ano trouxeram como atração uma das concorrentes do RuPaul’s Drag Race, a Jujubee. O sucesso foi tanto que a próxima edição do dia 18 de junho, terá a presença de Alyssa Edwards e Coco Montrese que roubaram a cena na quinta temporada do programa. A festa irá ocorrer na Josefine, na rua Antônio de Albuquerque, n. 842, Savassi.  Você pode garantir seu ingresso através deste link.

Para quem duvida que as drags estão saindo do armário para reinar de vez os palcos da cidade, já há outro grande evento confirmado. Uma das ex-concorrentes mais queridas e sinistras, a ganhadora da quarta temporada, Sharon Needles, já está confirmada para agosto deste ano.

Procurando também incentivar as drags locais, a @bsurda criou o concurso “Lipsync for your life”. O vencedor vai ganhar mil reais e será assessorado por uma equipe para lançar a carreira. Se gostou da iniciativa, não deixe de prestigiar todos os talentos de sua cidade, especialmente aquelas que ainda sofrem com o tabu de apresentar uma arte que desafia os padrões e a regras da sociedade. Dê uma oportunidade ao glitter e sashay away!

Regulamento do concurso e Formulário de inscrição.

Festival Comida de Buteco

fruta 2

Belo horizonte é conhecida nacionalmente como a capital nacional dos botecos com cerca de 12.000 estabelecimentos, quem nunca ouviu a famosa frase “já que minas não tem mar eu vou pro bar”. O festival comida de boteco foi criado em 1999 pelo gastrônomo Eduardo Maya, e foi lançado em BH no ano de 2000, o festival que acontece todos os anos entre os meses de abril e maio promove uma competição entre os bares para descobrir os melhores petiscos ou tira-gostos.

No festival os botecos participantes criam petiscos com ingredientes escolhidos em cada edição e são avaliados por jurados e por votação popular com notas de zero a dez, que avaliam o atendimento, higiene, temperatura das bebidas e claro os tira-gostos ou petiscos. Todos os concorrentes do concurso administram o próprio negócio e na maioria das vezes contam com o auxílio da família, e os botecos não participam de uma rede ou franquia.

                                                   fruta

 Nessa edição participam 45 estabelecimentos e o ingrediente escolhido foi fruta, levando os participantes a inovar. De acordo com a organização do evento as frutas podem aparecer até como decoração não necessitando ser o prato principal, desde que sejam comestíveis.

 “ O boteco é um lugar sem sobrenome, mas com muita história. Onde não há cor, porque é colorido por natureza. Onde não existe nacionalidade, mas todos falam a mesma língua. Onde não tem preconceito, religião ou profissão. Onde todos falam de tudo e de todos. O boteco é um lugar onde se faz amizades e se paquera. O boteco é cultura e cumplicidade”.

                                                            Bares participantes e os seus pratos

222

Tira-gosto concorrente: Escondi a linguiça (linguiça calabresa com gorgonzola, acompanhada de creme de banana da terra).

Ali Ba Bar

Tira-gosto concorrente: Tá fácil pra ninguém (picanha grelhada, batata baby ao creme de gorgonzola e farofa de banana na folha).

Amigos e Memórias (Bar do Paulinho)

Tira-gosto concorrente: Show de bola  (bolinhas de carne empanadas e recheadas com queijo provolone, acompanhadas de geleia picante de abacaxi.

André Caldos.

Tira-gosto concorrente: Di conchinha (macarrão de conchinha, costela de boi, requeijão, queijo muçarela, linguiça de pernil e abacaxi. Acompanha molho especial e pimenta biquinho).

Bar Bambú

Tira-gosto concorrente: Galinha tropical (sobrecoxa de frango desossada e recheada, montada com abacaxi e provolone).

Bar Bocaiúva

Tira-gosto concorrente: Trio de frutas (três bolinhos de carne – boi, porco e frango – recheados com banana, abacaxi e damasco, acompanhados de geleia de pimenta).

Bar da Adriana

Tira-gosto concorrente: Filé da Dri (filé mignon de porco, farofa de banana com bacon e linguiça, e mandioquinha frita, acompanhados de geleia de abacaxi).

Bar da Leila

Tira-gosto concorrente: Rocambole de frango com molho de laranja.

Bar do Careca – O Pescador

Tira-gosto concorrente: Qual dos dois? (picanha e filé de peixe servidos com molho de frutas cristalizadas. Acompanha banana da terra frita).

Bar do Cláudio – O Rei da Omelete

Tira-gosto concorrente: Rolê mitido a besta (bife rolê de lombo, recheado com cenoura e bacon. Acompanha chutney de manga).

Bar do Dedinho

Tira-gosto concorrente: Carmen Miranda (pernil com catupiry e abacaxi, e tulipas de asa com molho de laranja. O vasilhame será um abacaxi).

Bar do Douglas 

Tira-gosto concorrente: Porpeta a Penido (porpetas – almôndegas de carne bovina e suína – ao molho de abacaxi e pãozinho).

Bar do Gil

Tira-gosto concorrente: Cupim tropical (cupim marinado na laranja, acompanhado de pãozinho de cebola e banana chips).

Bar do João (São João Batista). 

Tira-gosto concorrente: Carne de lata e cia. (carne de lata acompanhada de farofa fria, batata bolinha com alho desidratado, ovo de codorna, mussarela derretida e molho de goiaba).

Bar do Louro

Tira-gosto concorrente: Loro na lata (carne de lata com caramelo de laranja picante, medalhão de banana e farofa de jiló).

Bar do Primo

Tira-gosto concorrente: Pernil e seus acompanhantes: maçã verde e batatas ferozes (pernil com molho de vinho branco acompanhado de maçãs verdes empanadas e batatas ferozes).

Bar do Tonho

Tira-gosto concorrente: Chiquerim (filé mignon de porco grelhado, coberto com creme especial da casa. Acompanha abacaxi flambado e é decorado com estrela de carambola).

Bar Pompéu

Tira-gosto concorrente: Enroladin do Pompéu (enrolado de lombo recheado com bacon, servido com molho agridoce de goiaba com abacaxi).

Bar Temático 

Tira-gosto concorrente: Tô môiado (bolinha de carne de sol recheada com damasco e queijo).

Barracão Butiquim

Tira-gosto concorrente: Infarto chique  (torresmo de frango, tiras de bacon e pernil refogado, servidos com chutney de maçã verde e frutas secas).

Blá Blá Bar

Tira-gosto concorrente: Espia só (costelas de porco defumadas ao barbecue de goiabada cascão, com mandiocas cozidas na manteiga de garrafa).

Butecário Bar Brasil
Tira-gosto concorrente: Fraldinha à moda Butecário (carne na cerveja preta acompanhada de Apple Mousse e farofa de frutas com Doritos).

Buteco do Lili

Tira-gosto concorrente: Du quintal de casa (costelinha de porco, mamão, polenta e mostarda folha).

Buteco’s Bar

Tira-gosto concorrente: Filé à moda do rei (filé mignon ao alho, acompanhado de cubos de queijo gratinado, regado ao molho de abacaxi).

Café Bahia

Tira-gosto concorrente: Eta mineirin sofisticadis (costelinha glaceada com tangerina, acompanhada de canapé de pão de queijo).

Café Palhares

Tira-gosto concorrente: Kafta pendurada (kafta no espeto, servida com batata enroscada e molho chutney de abacaxi).

Chalé da Costela

Tira-gosto concorrente: Adão e Eva (saborosa costela de boi assada no bafo com molho barbecue caseiro e acompanhada de abacaxi).

D`Leve Bar

Tira-gosto concorrente: Delícia da vovó (carne de panela com mandioca cozida com raspa de limão).

Dona Suica

Tira-gosto concorrente: Segredo do cerrado (língua defumada ao molho, com purê de moranga, banana da terra e bolinho de arroz de pequi).

Em Canto (Bar du Beto)

Tira-gosto concorrente: Baum dimais (iscas de pacu – carne de boi – ao molho especial da casa e almôndega de frango. Acompanham creme de laranja, molho de alho com calabresa e batata doce frita).

Estúdio da Carne 

Tira-gosto concorrente: Pinchos de la Carmen! (pinchos de: abacaxi com bacon e batata; linguiça caramelizada na sidra com banana crocante e frango crocante com cebola ao shoyu. Acompanha chutney ao coco).

Guigo`s Bar

Tira-gosto concorrente: Navegar é preciso (barquetes recheadas com bacon, frango, requeijão, creme de leite e cheiro verde, guarnecidas com chutney de mexerica).

Já To Inno

Tira-gosto concorrente: Já tô innrolando (enrolado de carne recheado com bacon, queijo, maçã e especiarias, acompanhado de batatas ao murro gratinadas com creme de queijo e geleia de morango picante reduzida com rapadura).

João da Carne

Tira-gosto concorrente: Amo-ela (almôndegas de moela com bacon, queijo ralado, salsinha, cebolinha e ervas. Acompanham molho da casa e geleia de pimenta biquinho com pimenta rosa e manga).

Koqueiro’s Bar

Tira-gosto concorrente: Que beleza! (lombo com abacaxi e polenta palito, jiló empanado com molho de maracujá e espetinho de fruta)

Magrelo`s Bar (Bar do Zé)

Tira-gosto concorrente: Aconchego mineiro (palito de carne de sol empanado com queijo, macarrão cabelo de anjo, acompanhados de molho de maracujá com pimenta).

Mercearia do Lili

Tira-gosto concorrente: Capa do Lili (capa de filé com alho, cebola, mandioca e pedaços de abacaxi).

Mulão

Tira-gosto concorrente: Mamão no peito (mamão verde refogado com maçã de peito).

Pé de Goiaba

Tira-gosto concorrente: Detalhes (coxinhas de frango ao suco de laranja com bacon na brasa, conserva de berinjela, torradinhas e molho especial de goiabada).

Ponto do Tropeiro (Bar do Negão)

Tira-gosto concorrente: Pra todo gosto  (coxinha de frango empanada, linguicinha e mandioquita, servidos com molho de manga).

São Tomilho 

Tira-gosto concorrente: Minerin tropical (isca de frango com provolone, acompanhada de abacaxi grelhado).

Sapão Taioba

Tira-gosto concorrente: Fruta no lombo (filezinho de porco ao molho especial com palitos de abacaxi e provolone).

Traira`s Beer

Tira-gosto concorrente: Cês tão no bar (filé de peixe e queijo provolone empanados, servidos com molho agridoce de maracujá).

Us Motoca

Tira-gosto concorrente: Mineiro desconfiado (trio de carnes no espeto, regado com cubinhos de maçã flambada no conhaque. Acompanham crispe de couve, polenta frita e molho especial de maçã).

Zé do Peixe

Tira-gosto concorrente: Tilapinha do Zé ao molho de maracujá (tilápia ao molho de maracujá).

(http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2015/04/comida-di-buteco-comeca-em-belo-horizonte-45-bares-estao-na-disputa.html)